Compreensões dos professores das ciências sobre o processo de produção de vídeos educativos no youtube

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2021.v.9.n.20.405

Resumo

Com o objetivo de compreender o processo de produção de vídeos educativos por professores da área das ciências ao disponibilizar vídeos educativos no YouTube. Este artigo apresenta um olhar para a ação pedagógica dos professores, especialmente das ciências, na produção dos vídeos e seu compartilhamento no YouTube. Neste sentido, amparou-se na abordagem da pesquisa qualitativa [...]. Como metodologia de análise, utilizou-se o Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) para compreender, em seus discursos, o pensamento desse coletivo de professores. Com o operar da técnica, elaborou-se o discurso intitulado “Produção de vídeos para compartilhar saberes”, que denota algumas das intenções pedagógicas dos professores ao planejar o conteúdo, produzir os vídeos, e sobretudo, as motivações dos professores ao migrar para plataformas, como o YouTube, para alcançar diferentes espaços geográficos e contextos sociais.

Palavras-chave: Ciência; YouTube; Tecnologia e educação; Gravação de vídeo.

Biografia do Autor

Andressa Mayumi Yamashiro Alarcon, Universidade Federal do Rio Grande

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Participante do Grupo de Pesquisa EaD-TEC. Licenciada em Ciências Biológicas na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Cerro Largo. No qual, foi bolsista do Programa de Educação Tutoral (PETCiências SESu/MEC/FNDE) desenvolvendo trabalhos com Ensino, Pesquisa e Extensão. Participante voluntária em projetos de pesquisa envolvendo Educação Ambiental e Formação Inicial de Professores. Tem interesse na área de Educação em Ciências, Educação Tecnológica e Educação Ambiental.

Tanise Paula Novello, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande (2001) mestrado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2006) e doutorado em Educação Ambiental pela mesma Instituição (2011). Também é professora da FURG vinculada ao Instituto de Matemática, Estatística e Física (IMEF) e membro da Secretaria de Educação a Distância (SEaD) atuando junto a formação de professores e tutores.É professora junto ao Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências (PPGEC). Atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação a distância e educação matemática.

Downloads

Publicado

2021-04-24

Edição

Seção

Educação Tecnológica