Resolutividade na atenção à criança com necessidades especiais de saúde

Autores

  • Rosane Meire Munhak da Silva Unioeste
  • Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso Unioeste
  • Eliane Tatsch Neves Universidade Federal de Santa Maria
  • Patrícia Oehlmeyer Nassar Unioeste
  • Adriana Zilly Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Cláudia Silveira Viera Unioeste

Resumo

Resumo: Objetivou-se compreender como ocorre a resolutividade do problema de saúde de crianças com necessidades especiais na perspectiva dos cuidadores, considerando os atributos da atenção primária e a concepção do cuidado integral. Pesquisa de abordagem qualitativa baseada no referencial da hermenêutica dialética, envolvendo famílias de crianças com necessidades especiais de saúde atendidas em unidades de pronto atendimento de Cascavel, PR, em 2010. Identificou-se como categoria temática central: Fragilidade na extensão dos atributos da atenção primária e nos elementos do cuidado integral no seguimento à saúde de crianças com necessidades especiais. Para as famílias, os serviços de saúde resolvem os problemas de saúde das crianças, contudo, verificaram-se inconsistências ao analisar os atributos da atenção primária e elementos do cuidado integral.

Palavras-chave: Saúde da Criança; Doença Crônica; Atenção Primária à Saúde; Enfermagem Pediátrica.

 

Resolution of the attention of child with special health care needs

Abstract: This study aimed to understand the process of the health problem´s resolution of children´s health with special health care needs from the caregivers’ perspective, considering the attributes of primary health care and comprehensive care. Qualitative approach based on the hermeneutics-dialect referential, involving family of the children with special health needs treated in emergency care of Cascavel-PR in 2010. Identifying as a central thematic category: weakness in the extension of the primary health care attribution and in the elements of the comprehensive care for the follow up of children with special health needs. For the families the health services solve the health problems presented by the children, even though the inconsistencies in the extension of the primary health care attributes´, as well as, in the elements of the comprehensive care.

Keywords: Child Health; Chronic Disease; Primary Health Care; Pediatric Nursing.

 

Referências

AYRES, J. R. C. M. Cuidado e reconstrução das práticas de saúde. Interface – Comunicação, Saúde & Educação, Botucatu, v. 8, n. 14, p. 73-92, fev. 2004.

AYRES, J. R. C. M. Organização das ações de atenção à saúde: modelos e práticas. Saúde & Sociedade, São Paulo, v. 18, supl. 2, p. 11-23, abr./jun. 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 4.279 de 30 de dezembro de 2010. Institui as Redes de Atenção a Saúde (RAS). Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2010.

CHAMBERS, P. L.; MAHABEE-GITTENS, E. M.; LEONARD, A. C. Vulnerable child syndrome, parental perception of child vulnerability, and Emergency Department usage. Pediatric Emergency Care, San Francisco, v. 27, n. 11, p.1009-1013, Nov. 2011.

CHIESA, A. M. et al. Building health care technologies based on health promotion. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 43, n. 2, p. 1352-1357, dez. 2009.

FLEURY-TEIXEIRA, P; BRONZO, C. Determinação social da saúde e política. In: NOGUEIRA, R. P. (Org.). Determinação social da saúde e reforma sanitária. 1 ed. Rio de Janeiro: Cebes, 2010, p. 37-58. Disponível em: <http://www.cebes.org.br/media/File/Determinacao.pdf>. Acesso em: 11 out. 2016.

GADAMER, H. G. Verdade e método: Traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Tradução de Ênio Paulo Giachini. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

MENDES, E. V. O cuidado das condições crônicas na atenção primária à saúde: o imperativo da consolidação da estratégia da saúde da família. 1 ed. Brasília: OPAS, 2012.

MELLO, D. F. et al. Seguimento da saúde da criança e a longitudinalidade do cuidado. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 65, n. 4, p. 675-679, jul./ago. 2012.

McPHERSON, M. G. et al. A new definition of children with special health care needs. Pediatrics, Illinois, v. 102, n. 1, p. 137-141, July 1998.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec-Abrasco, 2014.

NEVES, E. T.; CABRAL, I. E.; SILVEIRA, A. Family network of children with special health needs: implications for nursing. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 21, n. 2, p. 562-570, mar./abr. 2013.

NEVES, E. T. et al. Rede de cuidados de crianças com necessidades especiais de saúde. Texto & Contexto de Enfermagem, Florianópolis, v. 24, n. 2, p. 399-406, abr./jun. 2015.

SILVA, M. R. F.; PONTES, R. J. S.; SILVEIRA, L. C. Acolhimento na estratégia saúde da família: as vozes dos sujeitos do cotidiano. Revista de Enfermagem da UERJ, Rio de Janeiro, v. 20, n. 6, p. 784-788, dez. 2012.

SILVEIRA, A.; NEVES, E. T. Crianças com necessidades especiais de saúde: tendências das pesquisas em enfermagem. Revista de Enfermagem da UFSM, Santa Maria, v. 1, n. 2, p. 254-260, mai./ago. 2011.

SILVEIRA, A.; NEVES, E. T. Vulnerabilidade das crianças com necessidades especiais de saúde: implicações para a enfermagem. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 33, n. 4, p. 172-180, dez. 2012.

STARFIELD, B. Atenção primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. 1 ed. Brasília: UNESCO, 2002.

ROSEN-REYNOSO, M. et al. Disparities in Access to easy-to-use services for children with special health care needs. Maternal and Child Health Journal, New York, v. 20, n. 5, p. 41-53, May. 2016.

STREUBERT, H. J.; CARPENTER, D. R. Phenomenology as method. In: STREUBERT, H. J.; CARPENTER, D. R. (Eds.). Qualitative research in nursing: Advancing the humanistic imperative. 5.th. Lippincott Willians & Wilkins, 2011. p. 72-95.

UNICEF. Fundo das Nações Unidas para a Infância. Committing to child survival: a promise renewed. New York, USA, 2012.

WEIS, M. C. et al. A experiência de uma família que vivencia a condição crônica por anemia falciforme em dois adolescentes. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 37, n. 99, p. 597-609, out./dez. 2013.

ZAMBERLAN, K. C.; NEVES, E. T.; SILVEIRA, A. Rede institucional de cuidados à criança com necessidades especiais de saúde. Journal Nursing of UFPE, Recife, v. 6, n. 5, p. 1015-1023, maio 2012.

Publicado

2017-04-01