A escola pública como objeto de estudo

Celestino Alves da Silva Jr.

Resumo


Resumo: A determinação do método pelo objeto e do objeto pela disciplina são princípios epistemológicos complementares e necessários à definição da escola pública como objeto de estudo. As diferenças entre a escola pública e a escola privada são substanciais e não acidentais. A ideia de escola pública está ligada à lógica do direito à educação; a ideia de escola privada se associa à lógica do mercado educacional. O conflito entre as duas lógicas é insolúvel. A lógica do direito à educação tem a solidariedade como seu princípio básico. Para a lógica do mercado educacional o princípio básico é o da competitividade. O conceito de projeto pedagógico pode constituir uma síntese inicial para uma agenda de pesquisa sobre a escola pública.

Palavras-chave: Escola pública; Epistemologia; Educação Brasileira.

 

Public school as a research subject

Abstract: While the subject determines its method, the discipline determines its subject. These two epistemological principles are complementary and necessary for the definition of the public school as a subject of research. The difference between public and private school are permanent and not occasional. Public school refers to educational rights, while the private school follows the rules of the educational market. The conflicts between two logics are insoluble – the right to education has solidarity as its main principle, the (educational) market’s main principle is competitiveness. The pedagogical project understood as a deep concept can work as an initial synthesis for a research agenda about the public school.

Keywords: Public school; Epistemology; Brazilian Education.

 


Texto completo:

TEXTO COMPLETO

Referências


ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1989.

BOBBIO, N. Estado, governo e sociedade. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

CANÁRIO, R. Os estudos sobre a escola: problemas e perspectivas. In: Barroso, J. (Org.). O estudo da escola. Porto: Porto Editora, 1996, p. 125-150.

FORQUIN, J-C. Escola e cultura. Porto Alegre, Artes Médicas, 1993.

FOUREZ, G. A construção das ciências. São Paulo: Unesp, 1995.

GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

HABERMAS, J. Mudança estrutural da esfera pública. São Paulo: Unesp, 2014.

MIALARET, G. As ciências da educação. Lisboa: Livros e Leitura, 1999.

MONTEIRO, A. R. O direito à educação. Lisboa, Livros Horizonte, 1998.

SILVA JR., C. A. Construção de um espaço público de formação In: SILVA JR., C. A. et al (Orgs.). Por uma revolução no campo da formação de professores. São Paulo: Unesp, 2015.

SILVA JR., C. A. Para uma teoria da escola pública no Brasil. Marília: MT3, 2015.

SILVA JR., C. A. LDB e formação de educadores: uma década perdida In: RESCIA, A. P. et al (Orgs.) Dez anos de LDB. Contribuições para a discussão das políticas públicas em educação no Brasil. Araraquara: Junqueira e Marin Editores, 2007.

SILVA JR., C. A. Supervisão, currículo e avaliação In: FERREIRA, N. S. C (Org.). Supervisão educacional para uma escola de qualidade. São Paulo: Cortez, 2006.

SILVA JR., C. A. Organização do trabalho na escola pública: o pedagógico e o administrativo na ação supervisora. In: SILVA JR.; RANGEL, M. (Orgs.). Nove olhares sobre a supervisão. Campinas: Papirus, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O desenho do cabeçalho e da capa da Revista Pesquisa Qualitativa é de Carmem Aranha. Ele foi feito na praça São Benedito, diante de um arbusto cujo tronco (e galhos) lembravam um ideograma chinês. (Árvore de Amparo - Desenho e grafite 6B, c 15x21 cm). Agradecemos à Carmem Aranha por ter cedido sua arte à Revista.

 

Qualis Periódicos CAPES - (2013-2016)

ENSINO - B2

EDUCAÇÃO - B3

ENFERMAGEM - B4

PSICOLOGIA - B4

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO - B5

 

Indexadores

 

                                                    

                                                                                    

                                                                                                                                                                                                                    

 Licenciamento de Conteúdo/Content License

Licença Creative Commons
A revista RPQ - Revista Pesquisa Qualitativa, adota a política de licenciamento de seu conteúdo pela política do Creative Commons sob a licença: Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.