Estigmas do tratamento com LSD: um estudo exploratório

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.24.505

Resumo

A Dietilamida do Ácido Lisérgico (LSD) é uma substância psicoativa, capaz de causar mudanças cognitivas. Ganhou notoriedade nos anos 1960, sendo interligada à cultura hippie. Seu uso foi proibido e considerado nocivo à população, gerando estigmas e preconceitos acerca de substâncias psicoativas no geral. O objetivo foi levantar opiniões a respeito do uso terapêutico do LSD. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com entrevista semiestruturada, tendo a participação de 15 estudantes de medicina. Por meio de análise temática, verificou-se os seguintes códigos: “conhecimento”, “opinião” e “possibilidades de aprendizado”. Respectivamente, os códigos se tratam do quanto os alunos de medicina sabem sobre LSD, qual são as opiniões sobre o uso medicamentoso da substância, e o quanto esse tema está sendo abordado na graduação. Concluiu-se que a falta da introdução de novos assuntos e atualizações na graduação de Medicina culminou na falta de conhecimento dos participantes a respeito do uso medicamentoso do LSD.

Palavras-chave: LSD; Psicofarmacologia; Ansiedade; Depressão; Cognição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ASSOCIAÇÃO PSIQUIÁTRICA AMERICANA. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 5. ed. Arlington: American Psychiatric Publishing, 2013.

ASSOCIAÇÃO PSICODÉLICA DO BRASIL. Introdução ao uso de psicodélicos em psicoterapia. Rio de Janeiro: APB: 2019.

BASTOS, F. I. P. M. et al. III Levantamento nacional sobre o uso de drogas pela população brasileira. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2017.

BRAUN, V.; CLARKE, V. Using thematic analysis in psychology. Bristol: Qualitative Research in Psychology, 2006.

BRAUN, V.; CLARKE, V. Thematic Analysis. Handbook of Research Methods in Psychology, Washington, v. 2, n. 4, p. 57-71, jan. 2012.

CHI, T.; GOLD, A. J. A review of emerging therapeutic potential of psychedelic drugs in the treatment of psychiatric illness. Elsevier, Washington, v. 411, p. 1-8, jan. 2020.

COLEMAN, J. S. Fundamentos de teoría social. Madrid: Centro de Investigaciones Sociológicas, 2011.

CORRÊA, F.; HOHENDORFF, J. V. Atuação da delegacia de proteção à criança e ao adolescente em casos de violência sexual. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 20, n. 1, p. 9-29, jun. 2020.

FONTANELLA, B. J. B.; RICAS, J.; TURATO, F. R. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Caderno de saúde pública, São Carlos, v. 24, n. 1, p. 17-27, jun. 2008.

FUENTES, J. J. et al. Therapeutic use of LSD in psychiatric: a systematic review of randomized-controlled clinical trials. Frontiers in Psychiatry, Lausana, v. 10, p. 1-14, jan. 2020.

GASSER, O. et al. Safety and efficacy of lysergic acid diethylamide-assisted psychotherapy for anxiety associated with life-threatening diseases. The Journal of nervous and mental disease, Chicago, v. 202, n. 7, p. 513-520, jul. 2014.

GASSER, P.; KIRCHNER, K.; PASSIE, T. LSD-assisted psychotherapy for anxiety associated with a life-threatening disease: a qualitative study of acute and sustained subjective effects. Journal of Psychopharmacology, Oxford, v. 29, n. 1, p. 57-68, jan. 2014.

GOMES, G. A teoria freudiana da consciência. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Rio de Janeiro, v. 19, n. 2, p. 1-9, ago. 2003.

KREBS, T. S.; JOHANSEN, P-Ø. Lysergic acid diethylamide (LSD) for alcoholism: meta-analysis of randomized controlled trials. Journal of Psychopharmacology, Oxford, v. 26, n. 7, p. 994-1002, jul. 2012.

KIRCHNER, K. LSD-supported psychotherapy: effects on daily life and longterm changes. 2010. 130 f. Dissertação (Mestrado em Psicopatologia) - Instituto de Psicopatologia, Universidade de Zurich, Zurich, 2010. Disponível em: http://psychonautdocs.com/docs/lsdptkirchner.pdf

LY, C. et al. Psychedelics Promote Structural and Funcional Neural Plasticity. Cell Reports, Cambridge, v. 23, p. 3170-3182, jun. 2018.

MANUEL, D. F. F. P.; SILVA, M. V.; OLIVEIRA, R. F. T. de. A origem do preconceito. Revista Científica Universitas, Itajubá, v. 6, n. 1, p. 75-80, maio. 2019.

MOREIRA, M. C. N. Contra a desumanização da medicina: crítica sociológica das práticas médicas modernas. Ciência e saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3, p. 355, set. 2005.

NISHIMURA, C. S. S. Dietilamida do ácido lisérgico (LSD). 2007. 85 f. Trabalho de conclusão de curso – Faculdade de Farmácia, Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas, São Paulo, 2007.

NUTT, D.; ERRITZOE, D.; CARHART-HARRIS, R. Psychedelic psychiatry’s brave new world. Cell, Filadélfia, v. 181, n. 1, p. 24-28, abr. 2020.

ORÓ, D. P. M.; SCURO, J.; ROMANI, O. The political use of prohibitionist “science”: the case of cannabis and psychedelics. Salud Colectiva, Washington, n. 19, v. 16, p. 2-17, ago. 2020.

SÁ, A. C. M. G. N. et al. Contribuições da Educação Permanente para Qualificação da Assistência de Enfermagem em um Hospital Público. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, João Pessoa, v. 22, n. 1, p. 87-94, jun. 2018.

SANTOS, W. F. S. Profissionalismo médico – cuidando da formação profissional do estudante

de medicina. Brasília Med, Brasília, v. 55, p. 12-21, 2018.

SAVAGE, C. et al. LSD-assisted psychotherapy in the treatment of severe chronic neurosis. Farmingdale: Baywood Publishing Company, 1973.

SCHENBERG, E. E. Psychedelic-Assisted Psychoterapy: A paradigm Shift in Psychiatric Research and Development, Frontiers in Pharmacology, Lausana, v. 9, n. 733, p. 1-11, jul. 2018.

SCHENBERG, E. E. Psychedelic drugs as new tools in psychiatric therapeutics. Brazilian Journal of Psychiatry, São Paulo, v. 43, n. 2, p. 121-122, abr. 2021.

SCHMID, Y. et al. Acute effects of lysergic acid diethylamide in healthy subjects. Biological Psychiatry, Nova York, v. 78, n. 8, p. 544-553, nov. 2014.

SCHMIDT, A. et al. Acute LSD effects on response inhibition neural networks. Psychological Medicine, Cambridge, v. 489, n. 9, p. 1464-1473, jul. 2018.

SOUZA, L. Q. de. Pesquisa com análise qualitativa de dados: conhecendo a análise temática. Arquivos brasileiros de Psicologia, Rio de Janeiro, v. 71, n. 2, p. 51-67, ago. 2019.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Mental health atlas. Geneva: World Health Organization, 2021.

Downloads

Publicado

2022-08-06

Como Citar

Candaten Furini, V., & Weber Ceconello, W. . (2022). Estigmas do tratamento com LSD: um estudo exploratório. Revista Pesquisa Qualitativa, 10(24), 162–175. https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.24.505