Pesquisa e pesquisadores em educação em cenário pandêmico: o caso dos pós-graduandos do PPGE/UFAM

Autores

  • Camila Ferreira da Silva Universidade Federal do Amazonas https://orcid.org/0000-0002-2348-9350
  • Kassia Silva Almeida Universidade Federal do Amazonas
  • Micaelle Cardoso de Souza Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.23.469

Resumo

A pandemia do novo coronavírus tem implicado transformações em todos os setores da vida social, neste artigo ocupamo-nos de uma análise de seus impactos no campo científico. Com o objetivo central de compreender as mudanças que a pandemia tem ocasionado no cotidiano dos pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas, desenvolvemos um estudo exploratório, quanti-qualitativo, situado na Sociologia da Educação. O estudo se ocupou das experiências desses jovens pesquisadores quanto às transformações em suas vidas e em seus projetos de pesquisa, a partir do isolamento e suspensão de atividades presenciais devido à pandemia da Covid-19. Os resultados revelaram que a pandemia tem acarretado consequências de ordens pessoal, profissional e acadêmica para esses pesquisadores, dentre as quais destacamos: isolamento social; afastamento do campus universitário e de seus recursos; aumento da carga de trabalho para mulheres; redimensionamento dos projetos, com destaques para aqueles de abordagem qualitativa e que previam inicialmente pesquisa de campo.

Palavras-chave: Pesquisa em Educação; Pós-Graduação; Pandemia.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Kassia Silva Almeida, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), pesquisadora de iniciação científica.

Micaelle Cardoso de Souza, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), pesquisadora de iniciação científica.

Referências

ANDERSON, T.; KANUKA, H. E-Research: methods, strategies and issues. Boston: Allyn & Bacon, 2003.

BARRETO, R. S.; MONTEIRO, L. de S. Maternidade, trabalho e temporalidade: diálogos relevantes na Covid-19. In: SOUTO-MARCHAND, A. S. de; GALVÃO, E.; FERNANDES, M. (Orgs.). Mulheres Cientistas e os desafios pandêmicos da maternidade. Porto Alegre: Editora Fi, 2020. p. 26-35.

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. Tradução: Denice Barbara Catani. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

BRASIL. Lei n. 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 7 fev. 2020a.

BRASIL. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. Portaria n. 329, de 11 de marco de 2020. Institui o Comitê Operativo de Emergência do Ministério da Educação - COE/MEC, no âmbito do Ministério da Educação. Diário Oficial da União, ed. 49, seção 1, Brasília, DF, p. 165, 12 mar. 2020b.

BRASIL. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. Portaria n. 343, de 17 de marco de 2020. Dispõe sobre a substituição de aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, ed. 53, seção 1, Brasília, DF, p. 39, 18 mar. 2020c.

CARNEIRO, L. de A. et al. Use of technologies in Brazilian public higher education in times of pandemic COVID-19. Research, Society and Development, São Paulo, v. 9, n. 8, p. 1-18, 2020.

CARRACA, S. As ciências humanas e sociais entre múltiplas epidemias. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 30, n. 2, p. 1-6, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s0103-73312020300201

DAL-FARRA, R. A.; LOPES, P. T. C. Métodos mistos de pesquisa em educação: pressupostos teóricos. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 24, n. 3, p. 67-80, set./dez. 2013. DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v24i3.2698

FERREIRA, P. L. Estatística Descritiva e Inferencial: breves notas. Coimbra: Faculdade de Economia/UC, 2005. Disponível em: https://estudogeral.uc.pt/bitstream/10316/9961/1/AP200501.pdf. Acesso em: 18 jun. 2021.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

HISSA, C. Entrenotas: Compreensões de pesquisa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013. DOI: https://doi.org/10.7476/9788542302912

KISSLER, S. et al. Projecting the transmission dynamics of SARS-CoV-2 through the postpandemic period. Science, [S.I.], v. 368, n. 6493, p. 860-868, maio 2020. DOI: https://doi.org/10.1126/science.abb5793

MALTA, D. C. et al. A pandemia da COVID-19 e as mudanças no estilo de vida dos brasileiros adultos: um estudo transversal. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 29, n. 4, p. 1-13, 2020a. DOI: https://doi.org/10.1590/s1679-49742020000400026

MALTA, D. C. et al. Distanciamento social, sentimento de tristeza e estilos de vida da população brasileira durante a pandemia de COVID-19. Saúde em debate, Rio de Janeiro, v. 44, n. Especial, p. 1-21, 2020b. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-11042020e411

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Painel Coronavírus. Brasília, 2022. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/. Acesso em: 29 mar. 2022.

OLIVEIRA, A. A quarentena é branca: classe, raça, gênero e colonialidade. Realis, Recife, v. 10, n. 01, p. 193-203, jan./jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.51359/2179-7501.2020.247623

OLIVEIRA, V. H. N. Desafios para a pesquisa no campo das Ciências Humanas em tempos de pandemia da Covid-19. Boletim de Conjuntura (Boca), Boa Vista, ano III, v. 5, n.14, p. 93-101, 2021. DOI: https://doi.org/10.29327/727447

ORNEL, F. et al. Pandemia de medo e Covid-19: impacto na saúde mental e possíveis estratégias. Revista debates in psychiatry, Rio de Janeiro, n. 2, p. 12-17, abr./jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.25118/2236-918X-10-2-2

PALUDO, E. F. Os desafios da docência em tempos de pandemia. Em Tese, Florianópolis, v. 17, n. 2, p. 44-53, jul./dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.5007/1806-5023.2020v17n2p44

PARENT IN SCIENCE. Produtividade acadêmica durante a pandemia: efeitos de gênero, raça e parentalidade. 2020. Disponível em: https://www.parentinscience.com/. Acesso em: 28 jun. 2021.

RIBAROVSKA, A. et al. Gender inequality in publishing during the COVID-19 pandemic. Brain Behav Immun., [S.I.], n. 91, p. 1-3, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.bbi.2020.11.022

SANTOS, B. de S. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Almedina, 2020.

SANTOS, G. M. T. dos et al. Educação superior: Reflexões a partir do advento da pandemia da covid-19. BOLETIM DE CONJUNTURA (BOCA), Boa Vista, ano II, v. 4, n. 10, p. 107-115, 2020.

SILVA, C. F. da. (Ciências da) Educação no Brasil e em Portugal: autonomização dos espaços acadêmicos específicos. 2017. 334f. Tese (Doutorado em Ciências da Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2017. DOI: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2018v10n21p373-376

SOUSA, T. V. de. et al. COVID-19: A importância da pesquisa científica. REVISA, Valparaiso de Goiás, v. 9, n. Esp., p. 573-575, 2020. DOI: https://doi.org/10.36239/revisa.v9.nEsp1.p573a575

SOUTO-MARCHAND, A. S. de.; GALVÃO, E.; FERNANDES, M. (Orgs.). Mulheres Cientistas e os desafios pandêmicos da maternidade, volume 1: artigos produzidos durante a Pandemia de Covid- 19 em 2020. Porto Alegre, RS: Editora Fi, 2020. DOI: https://doi.org/10.22350/9786559170159

UNESCO [UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANISATION]. COVID-19 Educational disruption and response. Paris: Unesco, 30 July 2020. Disponível em: http://www.iiep.unesco.org/en/covid-19-educational-disruption-and-response-13363. Acesso em: 26 maio 2021.

WHO [WORLD HEALTH ORGANIZATION]. Global research on Coronavirus disease (COVID-19). Geneva: World Health Organization, 2020. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/global-research-on-novel-coronavirus-2019-ncov. Acesso em: 01 jul. 2021.

Downloads

Publicado

2022-05-30

Como Citar

Ferreira da Silva, C., Silva Almeida, K., & Cardoso de Souza, M. (2022). Pesquisa e pesquisadores em educação em cenário pandêmico: o caso dos pós-graduandos do PPGE/UFAM. Revista Pesquisa Qualitativa, 10(23), 63–83. https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.23.469

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.