Potencialidades do whatsapp num estudo qualitativo sobre práticas alimentares na geração millennial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2021.v.9.n.21.461

Resumo

Este texto discute as potencialidades da plataforma WhatsApp no contexto mais amplo de uma investigação qualitativa sobre práticas alimentares entre a geração Millennial. Um estudo qualitativo misto foi desenvolvido em 2019, com 22 millennials, portugueses e espanhóis, conjugando um diário de alimentação partilhado através de WhatsApp com uma entrevista semiestruturada. A análise de dados e interpretação de resultados apoiada por NVivo fez emergir três temas chave para a problematização do recurso ao WhatsApp enquanto ferramenta ao serviço da investigação qualitativa: (1) o compromisso gerado entre entrevistadora e informante através da partilha por WhatsApp; (2) a gestão das expectativas em face de um eventual digital divide entre entrevistadora e informante; (3) e a questão ética associada à partilha de informação em rede. Como conclusão destaca-se a mais valia da ferramenta, assim como a necessidade de estabelecer directrizes éticas em torno da segurança, privacidade e integridade dos dados assim recolhidos.

Palavras-chave: Millennials; Práticas Alimentares; WhatsApp; Metodologia Qualitativa.

Downloads

Publicado

2021-08-31

Edição

Seção

Projetos de pesquisa social e em educação: reflexão sobre caminhos metodológicos