O compreender com a ATD em uma etnopesquisa-formação com professores de ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2020.v.8.n.19.365

Resumo

O artigo apresenta questões epistemológicas e filosóficas, e a exemplificação teórico-prática da busca por compreender com a Análise Textual Discursiva (ATD) em uma etnopesquisa-formação com professores de Ciências. Abrange aspectos de se desenvolver pesquisa qualitativa em uma abordagem fenonomenológica hermenêutica em que o compreender acontece aos pesquisadores pela e com a linguagem por meio de descrição e interpretação. O descrever e o interpretar são apresentados associados à experiência vivida dos pesquisadores no constituir das informações em análise no estudo e nos modos de ampliar, aperfeiçoar e comunicar ideias com a ATD a partir de um fenômeno situado. Mostra-se o processo analítico de unitarização e categorização, e o mergulho hermenêutico com movimentos de colocar em suspensão as perguntas iniciais da pesquisa e de constituir a auto-organização da escrita recursiva dos metatextos. Emergem, a partir das informações individuais e coletivas, a estruturação e a validação dos argumentos no comunicar o que se compreendeu no processo formativo investigado.

 Palavras-chave: Análise Textual Discursiva; Etnopesquisa-Formação; Pesquisa Qualitativa; Fenomenologia Hermenêutica; Metatexto.

Biografia do Autor

Valmir Heckler, FURG

Doutor em Educação em Ciênicas, Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Professor Adjunto no Instituto de Matemática, Estátistica e Física da FURG, campus Rio Grande. Lider do grupo de pesquisa Comunidade de Indação em Ensino de Física Interdisciplinar (CIEFI).

Downloads

Publicado

2020-12-22