Sobre o centenário de Zygmunt Janiszewski (1888-1920): os ideais da prática matemática e a constituição da teoria do continuum

Autores

  • Luis Carlos Arboleda Universidad del Valle
  • Andrés Chaves Universidad de Nariño

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2020.v.8.n.18.339

Resumo

Este artigo mostra a importância de aplicar uma certa abordagem da história e da filosofia da prática matemática ao estudo da contribuição de Zygmunt Janiszewski para os fundamentos topológicos da Teoria do continuum. Na primeira parte, é apresentada uma biografia de Janiszewski. Ela enfatiza seu papel como um dos fundadores da Escola de Matemática da Polônia, e as facetas sociais, políticas e militares nas quais seu caráter intelectual foi revelado, assim como os valores que guiaram sua vida acadêmica e científica. A visão de Kitcher sobre a prática matemática é então adotada para examinar as concepções filosóficas e o estilo epistemológico de Janiszewski em relação à construção do sistema axiomático formal de conhecimento sobre o contínuo. Finalmente, mostra-se a conveniência de diferenciar na abordagem de Kitcher, os métodos, procedimentos, técnicas e estratégias da prática, e os valores estéticos da matemática.

Palavras-chave: Zygmunt Janiszewski; Teoria do Continuum; Filosofia da prática matemática; Escola de Matemática da Polônia.

Downloads

Publicado

2020-10-07