Educação a distância: o significado da docência e as estratégias de fortalecimento para sua atuação

Autores

  • Francisca Bertilia Chaves Costa Universidade de Fortaleza
  • Luiza Valeska de Mesquita Martins Universidade de Fortaleza
  • July Grassiely de Oliveira Branco Universidade de Fortaleza
  • Patrícia Passos Sampaio Universidade de Fortaleza
  • Ana Maria Fontenelle Catrib Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2019.v.7.n.14.272

Resumo

Resumo: Objetivou-se identificar o significado de ser docente na educação a distância na perspectiva de professores, bem como identificar as estratégias de fortalecimento para a sua atuação. Realizou-se uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa a partir de 11 entrevistas com docentes, com um ano de experiência nessa modalidade de ensino, de uma instituição de ensino superior da cidade de Fortaleza/Ceará em 2017. As entrevistas foram gravadas e transcritas, logo após foram ponderadas por meio da análise de conteúdo, mediante Parecer de aprovação do Comitê de Ética nº 1.795.390. Os resultados foram analisados a partir de duas categorias temáticas: 1) O significado de ser docente na EaD; e 2) Estratégias de fortalecimento do ensino na educação a distância. Diante da diversidade de possibilidades oriundas das tecnologias em que a sociedade contemporânea se encontra imersa, ressalta-se a necessidade de os educadores ressignificarem sua prática docente para a inserção dessas em seu contexto educacional.

Palavras-chave: Educação a Distância; Docentes; Tecnologia.

 

Distance education: the meaning of teaching and the strategies for strengthening its performance

Abstract: The objective was to identify the meaning of being a teacher in distance education from the perspective of teachers, as well as to identify the strategies for strengthening their performance. This is a descriptive research, with a qualitative approach was conducted from 11 interviews with teachers, with one year of experience in this type of teaching, from a Higher Education Institution of the city of Fortaleza / Ceará in 2017. The interviews were recorded and transcribed. afterwards, they were weighted through content analysis, upon approval of Ethics Committee no. 1,795.390. The results were analyzed from two thematic categories: 1) The meaning of being a teacher in EaD; and 2) Strategies for strengthening teaching in distance education. We can claim that, given the diversity of possibilities resulting from the technologies in which contemporary society is submerged, we should highlight the need for educators to reframe their teaching practice for introducing these technologies in their educational context.

Keywords: Education Distance; Faculty; Technology.

 

Biografia do Autor

Francisca Bertilia Chaves Costa, Universidade de Fortaleza

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade de Fortaleza. Bolsista FUNCAP.

Luiza Valeska de Mesquita Martins, Universidade de Fortaleza

Psicóloga. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade de Fortaleza.

July Grassiely de Oliveira Branco, Universidade de Fortaleza

Enfermeira. Mestre em Saúde Coletiva. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade de Fortaleza. Bolsista FUNCAP.

Patrícia Passos Sampaio, Universidade de Fortaleza

Psicóloga. Doutora em Saúde Coletiva pela AMPLA ASSOCIAÇÃO UFC-UECE-UNIFOR. Professor adjunto da Universidade de Fortaleza.

Ana Maria Fontenelle Catrib, Universidade de Fortaleza

Pedagoga. Pós-doutorado em Medicina Comunitária pela Universidade do Porto-UP. Professora titular do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e coordenadora do Observatório de Avaliação da Universidade de Fortaleza.

Referências

BARBOSA, P. P.; URSI, S. Motivação para formação continuada em Educação a Distância: um estudo exploratório com professores de Biologia. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, Vigo, v. 18, n. 1, p. 148-172. 2019.

BELLONI, M. L. Educação à distância. 5. ed. Campos, São Paulo: Autores associados. 2009.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 15 abr. 2018.

BRASIL. Congresso Nacional. Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5622.htm. Acesso em: 15 abr. 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução n. 1, de 11 de março de 2016. Estabelece Diretrizes e Normas Nacionais para a Oferta de Programas e Cursos de Educação Superior na Modalidade a Distância. Brasileira: 2016. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index. php?option=com_docman&view=download&alias=31361- parecer-cne-ces-564-15-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 17 mar. 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 466, 2012. Diretrizes e Normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília, 2013.

BRASIL, W. L.; OSTERNE, M.S.F. Educação a distância e o educador do século XXI. Revista Expressão Católica, Quixadá, v. 7, n. 2, p. 43-51, jul./dez. 2018.

CALDAS, C. B. et al. Satisfação e engajamento no trabalho: docentes temáticos e auxiliares da EAD de universidade privada brasileira. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, Belo Horizonte, v. 6, n. 2, p. 225-237, jul. 2013. Disponível em:

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-82202013000200006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 23 mar. 2018.

CASTAGNARO, F. C. Qualidade do Feedback e Satisfação Internacional dos Participantes no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). In: SEMINÁRIO DOS ALUNOS DOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO INSTITUTO DE LETRAS/UFF, 2018, Niterói. Anais... Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2019. p. 318-336.

CENSO. EAD.BR. Associação Brasileira de Educação a Distância. São Paulo: Pearson Education do Brasil. 2010.

CHAQUIME, L. P.; MILL, D. Dilemas da docência na educação a distância: um estudo sobre o desenvolvimento profissional na perspectiva dos tutores da Rede e-Tec Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, [S.I.], v. 97, n. 245, p.117-130, abr. 2016.

COSTA, F. B. C. C. et al. O significado de ser docente na educação a distância e as estratégias de fortalecimento para sua atuação. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO EM INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA, 7., 2018, Fortaleza. Anais... Fortaleza: Ludomedia, 2018.

DE SOUTO, E. V., TENÓRIO, T., TENÓRIO, A. Percepções sobre a competência socioafetiva de cordialidade e a humanização da tutoria a distância. EaD em FOCO, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, jun. 2014.

FONTANELLA, B. J. B.; RICAS, J.; TURATO, E. R. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 24, n. 1, p. 17-27, jan. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v24n1/02.pdf. Acesso em: 23 abr. 2018.

GILBERTO, I. J. L. A educação a distância no ensino superior e a lógica das competências. Revista Gestão Universitária na América Latina, Florianópolis, v. 6, n. 1, p. 273-286, jan. 2013.

LOURENÇO, R. V. O Papel do Professor Tutor na minimização da evasão na educação a distância. Anuário da Produção Acadêmica Docente, Valhinhos, v. 5, n. 10, p. 175-188, 2011.

LUPEPSO, M.; SÁ, R. A. Estado do conhecimento na educação a distância: repensando a formação docente inicial e continuada. Revista Intersaberes, Curitiba, v. 13, n. 28, p. 22-36, jan./abr. 2018.

DE LIMA, M. A. R.; DE LIMA, M. D. N. R. A era digital e os desafios formativos no interior da Amazônia brasileira. Revista Labirinto, Porto Velho, v. 29, n. 1, p. 52-67, jul./dez. 2018.

MILL, D. et al. O desafio de uma interação de qualidade na EAD: o tutor e sua importância neste processo. Cadernos da Pedagogia, São Carlos, v. 2, n. 4, p. 112-118, ago./dez. 2011. Disponível em: http://www2.ufmg.br/ead/ead/Home/Biblioteca‐Digital/Referencias/O‐desafio‐de‐uma‐interacao‐de‐qualidade‐na‐educacao‐a‐distancia‐OTutor‐e‐sua‐importancia‐nesse‐processo. Acesso em: 15 abr. 2018.

MINAYO, M. C. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13. ed., São Paulo: Hucitec. 2015.

MORAES NETO, R. A.; TOMELIN, J. F. O papel do tutor na interface pedagógica da EAD. São Paulo. 2014. Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/356.pdf. Acesso em: 15 fev. 2018.

MORAN, J. M. O que é educação à distância. Universidade de São Paulo. 2009. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/dist.pdf. Acesso em: 20 abr. 2018.

MOORE, M. G.; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. Tradução de Roberto Galman. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

NUNES, A. R. et al. Docência na educação a distância: abordagem sobre o perfil profissional. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, v. 5, e019009, p. 1-16. 2019.

PAIVA, K. C. M. et al. Competências docentes ideais e reais em educação a distância no curso de administração: um estudo em uma instituição brasileira. Tourism & Management Studies, Faro, v. 10, n. esp., p.121-128, dez. 2014.

REIS, M. C.; SALLES, M. R. R. A Relação entre o Tutor e o Aluno: Acolhimento Dádiva no Ensino a Distância. RIGS revista interdisciplinar de gestão social, Salvador, v. 6, n. 2, p. 157-166, maio/ago. 2017.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso. 2013.

SILVA, L. S. et al. Formação Continuada em Educação a Distância: Percepções sobre as competências na atuação do professor tutor. Em Rede Revista de Educação a Distância. Porto Alegre, v. 3, n. 2, p. 252-265, 2016.

SOUZA, S.; FRANCO, V.S.; COSTA, M.L.F. Educação a distância na ótica discente. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 1, p. 99-113, jan./mar. 2016.

VARGAS-CUBERO, A. L.; VILLALOBOS- TORRES, G. El uso de plataformas virtuales y su impacto en el proceso de aprendizaje en las asignaturas de las carreras de Criminología y Ciencias Policiales, de la Universidad Estatal a Distancia de Costa Rica. Revista Electrónica Educare, Cidade do Panamá, v. 22, n. 1, p. 20-39, ene./abr. 2018.

WUNSCH, L.P.; SOARES, A.P.; GRINBERGA, I.M. Ferramenta de iniciação à pesquisa: avaliação significativa na EaD. Revista Iberoamericana de Educación, Madrid, v.77, n.1, p. 35-54, jun. 2018.

Publicado

2019-07-31