Percepção de nutricionistas acerca da atuação no núcleo ampliado de saúde da família e atenção básica durante o primeiro ano de pandemia da COVID-19

Autores

  • Marilyn Cristina dos Santos Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba
  • Aline Sobania Hiittener Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba
  • Rubia Daniela Thieme Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.24.535

Resumo

Esse estudo objetivou verificar a percepção de nutricionistas do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) acerca de sua atuação profissional durante o primeiro ano de pandemia da COVID-19. Estudo qualitativo realizado em Curitiba-PR. Para a coleta de dados, foram utilizados um roteiro com perguntas para caracterização dos participantes e um roteiro de entrevista semiestruturada. Para definição da amostra, foi utilizada a técnica de Saturação Teórica e para análise dos dados, o método Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Participaram da pesquisa cinco nutricionistas, com tempo de atuação no NASF-AB de 12 anos. As entrevistas foram realizadas em junho e julho de 2021 e foram identificadas sete categorias de DSC, seis referentes à atuação profissional durante a pandemia da COVID-19. A percepção das nutricionistas foi de necessidade de adaptação das atividades profissionais para continuidade do cuidado em nutrição e para atender às demandas decorrentes da pandemia.

Palavras-chave: Nutricionistas; Nutrição em Saúde Pública; Atenção Primária à Saúde; Pandemia COVID-19; Coronavírus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AQUINO, E. M. L. et al. Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, supl. 1, p. 2423-2446, jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020256.1.10502020.

BARBOSA, S. de P.; SILVA, A. V. F. G. A Prática da Atenção Primária à Saúde no Combate da COVID-19. APS EM REVISTA, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 17–19, 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/aps.v2i1.62.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Caderno de Atenção Básica n. 27:Diretrizes do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2009. E-book. 160 p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_do_nasf_nucleo.pdf. Acesso em: 11 nov. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Alimentação e Nutrição [Internet]. Brasilia, DF: Ministério da Saúde, 2013, 186p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_alimentacao_nutricao.pdf. Acesso em: 22 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Núcleo de Apoio ao Saúde da Família: volume 1: ferramentas para a gestão e para o trabalho cotidiano [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2014. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/nucleo_apoio_saude_familia_cab39.pdf. Acesso em:08 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2017. [internet]. Disponível em: http://www.brasilsus.com.br/index.php/legislacoes/gabinete -do- -ministro/16247-portaria-n-2-436-de-21-de-setembro-de-2017. Acesso em: 12 dez. 2021.

BRASIL. Guia Orientador para o enfrentamento da pandemia Covid-19 na Rede de Atenção à Saúde 2ª edição. Brasilia, DF, 2020a, 153p. Disponível em: file:///C:/Users/user/Downloads/Instrumento-Orientador-Conass-Conasems-2-edi%C3%A7%C3%A3o-3%C2%AA-revis%C3%A3oMariana-mesclado-1-1.pdf. Acesso em: 25 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria MS/GM nº 467, de 20 de março de 2020. Dispõe, em caráter excepcional e temporário, sobre as ações de Telemedicina, com o objetivo de regulamentar e operacionalizar as medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional previstas no art. 3º da Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, decorrente da epidemia de COVID-19 [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2020b. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-467-de-20-de-marco-de-2020-249312996. Acesso em: 07 jan. 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Sobre a doença: O que é Covid-19. Brasília: Ministério da Saúde, 2021. Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#o-que-e-covid. Acesso em: 10 out. 2021.

BRICARELLO, L. P; POLTRONIERI, F. Aspectos éticos e técnicos da teleconsulta de Nutrição em tempos da COVID-19. Revista de Nutrição, Campinas, v. 34, p. e200265, 2021. https://doi.org/10.1590/1678-9865202134200265. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rn/a/p8jndD3Tzq8smQ7y4nxKkxD/abstract/?lang=pt. Acesso em: 28 jan. 2021.

CABRAL, E. R. de M. et al. Contributions and challenges of the Primary Health Care across the pandemic COVID-19. InterAmerican Journal of Medicine and Health, [S. l.], v. 3, p. 1–12, 2020. DOI: https://doi.org/10.31005/iajmh.v3i0.87. Disponível em: https://iajmh.emnuvens.com.br/iajmh/article/view/87. Acesso em: 15 sep. 2022. Disponível em: https://www.iajmh.com/iajmh/article/view/87. Acesso em: 26 jan. 2021.

Conselho Federal de Fonoaudiologia. Resolução CFFa nº. 580, de 20 de agosto de 2020. Dispõe sobre a regulamentação da Telefonoaudiologia e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasil, 2020. Seção 1. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-cffa-n-580-de-20-de-agosto-de-2020-273916256. Acesso em: 08 jan. 2022.

CFM. Conselho Federal de Medicina. Resolução CFM nº 2.228/2019. Diário Oficial da União. 6 de março de 2019; edição 44, sessão 1, p. 91. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/65864894. Acesso em: 22 jan. 2022.

CFN. Conselho Federal de Nutricionistas. Resolução CFN nº 646, de 18 de março de 2020.Suspende até o dia 31 de agosto de 2020 o disposto no artigo 36 da Resolução CFN nº 599, de 25 de fevereiro de 2018, que aprova o Código de Ética e de Conduta dos Nutricionistas.Brasília, DF:Conselho Federal de Nutricionistas, 2020a [Internet]. Disponível em: https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/resolucoes/_Res_646_2020.htm. Acesso em: 22 jan. 2021.

CFN. Resolução CFN Nº 660, de 21 de agosto de 2020. Suspende até o dia 28 de fevereiro de 2021 o disposto no artigo 36 da Resolução CFN nº 599, de 25 de fevereiro de 2018, que aprova o Código de Ética e de Conduta dos Nutricionistas. Brasília, DF: Conselho Federal de Nutricionistas, 2020b [Internet]. Disponível em: https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/resolucoes/Res_660_2020.html. Acesso em: 23 jan. 2021.

CFN. Conselho Federal de Nutricionistas. Resolve, em caráter excepcional, suspender o disposto no artigo 36 da Resolução CFN nº 599, de 25 de fevereiro de 2018, que aprova o Código de Ética e de Conduta dos Nutricionistas. Brasília, DF: Conselho Federal de Nutricionistas, 2021. Disponível em: https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/resolucoes/Res_684_2021.html. Acesso em: 7 out. 2021.

CFP. Conselho Federal de Psicologia. Resolução nº 04, de 26 de março de 2020. Dispõe sobre regulamentação de serviços psicológicos prestados por meio de Tecnologia da Informação e da Comunicação durante a pandemia do COVID-19 Brasília: Diário Oficial da União, 2020. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-n-4-de-26-de-marco-de-2020-250189333. Acesso em: 08 jan. 2022.

CHAVES, G. V; DE ANDRADE, P. Villas-Boas; COSTA, A. F. Assistência Nutricional a Pacientes Ambulatoriais com Câncer durante a Pandemia de Covid-19 na Atenção Hospitalar Especializada. Revista Brasileira de Cancerologia, Rio de Janeiro, v. 66, n. TemaAtual, p. e-1218, 2020. DOI: https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2020v66nTemaAtual.1218. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/1218. Acesso em: 13 nov. 2021.

COFEN. CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Resolução Cofen Nº 634/2020. Autoriza e normatiza,“ad referendum” do Plenário do Cofen a teleconsulta de enfermagem como forma de combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), mediante consultas, esclarecimentos, encaminhamentos e orientações com uso de meios tecnológicos, e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União, 2020. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-0634-2020_78344.html#:~:text=Autoriza%20e%20normatiza%2C%20%E2%80%9Cad%20referendum,tecnol%C3%B3gicos%2C%20e%20d%C3%A1%20outras%20provid%C3%AAncias. Acesso em: 06 jan. 2022.

COFFITO. Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Resolução nº 516, de 20 de março de 2020. Dispões sobre Teleconsulta, Telemonitoramento e Teleconsultoria. Diário Oficial da República Federativa do Brasil: Brasília, 2020. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=15825. Acesso em: 08 jan. 2022.

COSTA, A. F. R. da. et al. Reorganização do trabalho do NASF-AB no enfrentamento da pandemia COVID- 19: um relato de experiência. Comunicação em Ciências da Saúde, [S. l.], v. 31, n. 03, p. 33–39, 2021. Disponível em: www.escs.edu.br/revistaccs. Acesso em: 09 jan. 2022.

CURITIBA. Secretaria Municipal da Saúde. Coordenação de Alimentação e Nutrição. Programa de Atenção Nutricional às Pessoas com Necessidades Especiais de Alimentação (PAN). Curitiba, 2011.

CURITIBA. Prefeitura Municipal de Curitiba. Decreto nº 421. Declara Situação de Emergência em Saúde Pública, em decorrência da infecção humana pelo novo Coronavírus (COVID 19). Curitiba, PR: Prefeitura Municipal de Curitiba, 2020a. Disponível em: https://mid.curitiba.pr.gov.br/2020/00301049.pdf. Acesso em: 02 jan. 2022.

CURITIBA. Secretaria Municipal da Saúde. Vigilância. Recomendações para Atuação da UBS. v.4, 2 p., 2020b. Disponível em: https://saude.curitiba.pr.gov.br/vigilancia/epidemiologica/vigilancia-de-a-a-z/12-vigilancia/1476-profissionais-da-saude.html. Acesso em: 30 jan. 2021.

CURITIBA. Prefeitura Municipal de Curitiba. Central Telefônica Covid-19 completa dois meses com 28 mil atendimentos. 2020c. Disponível em: https://www.curitiba. pr.gov.br/noticias/central-telefonica-covid-19-completadois-mes es-com-28-mil-atendimentos/55995. Acesso em: 03 jan.2022.

CURITIBA. Prefeitura Municipal de Curitiba. Call Center da Secretaria da Saúde amplia número de atendentes. 2020d. Disponível em: https://www.curitiba. pr.gov.br/noticias/call-center-da-secretaria-dasaude-amplia-numero-de-atendentes/55311. Acesso em: 03 jan. 2022.

CURITIBA. Secretaria Municipal da Saúde. Atenção Primária. Curitiba: Secretaria Municipal da Saúde, 2021a. Disponível em: http://www.saude.curitiba.pr.gov.br/atencao-basica/atecao-primaria.html#page. Acesso em: 05 nov. 2021.

CURITIBA. Secretaria Municipal da Saúde. Vigilância. Recomendações para Atuação da UBS. v.7, 2 p., 2021b. Disponível em: http://www.saude.curitiba.pr.gov.br/vigilancia/epidemiologica/vigilancia-de-a-a-z/12-vigilancia/1476-profissionais-da-saude.html. Acesso em: 30 out. 2021.

DAMIÃO, R. et al. Atuação da Nutrição na Atenção Primária no enfrentamento da pandemia de Covid-19. RAÍZES E RUMOS, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 178–190, 2020. Disponível em: http://seer.unirio.br/raizeserumos/article/view/10403. Acesso em: 6 jan. 2022.

DAUMAS, R. P. et al. O papel da atenção primária na rede de atenção à saúde no Brasil: limites e possibilidades no enfrentamento da COVID-19. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, p. e00104120, jun. 2020. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csp/2020.v36n6/e00104120/pt/. Acesso em: 02 jan. 2022.

FERNANDEZ, M. V. et al. Reorganizar para avançar: a experiência da Atenção Primária à Saúde de Nova Lima/MG no enfrentamento da pandemia da Covid-19. APS EM REVISTA, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 114–121, 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.84.

FONSECA, T.G.N. et al. A Unidade Básica de Saúde (UBS) frente a pandemia do novo Coronavírus: a conduta do usuário na visão dos profissionais da saúde. InterAm J Med Health [S. l.], v. 3, p. e202003054, 2020. DOI: https://doi.org/10.31005/iajmh.v3i0.125.

FONTANELLA, J. B. et al. Amostragem em pesquisas qualitativas: proposta de procedimentos para constatar saturação teórica. Cad. Saude Publica, Rio de Janeiro, v. 27, n. 2, p. 389-394, fev. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2011000200020.

GUIMARÃES, F. G. et al. A organização da atenção Primária à Saúde de Belo Horizonte no enfrentamento da Pandemia Covid 19: relato de experiência. APS EM REVISTA, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 74–82, 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.128.

HARZHEIM, E. et al. Ações federais para apoio e fortalecimento local no combate ao COVID-19: a Atenção Primária à Saúde (APS) no assento do condutor. Ciência& Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25 (suppl. 1, p. 2493-2497, jun. 2020. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2020.v25suppl1/2493-2497/. Acesso em: 04 jan. 2022.

GOMES, D. R. MARTINS, P. L..; NERES, W. C. O nutricionista e a atenção básica: importância de sua atuação no núcleo de apoio à saúde da família. Revista Baiana de Saúde Pública, Salvador, v. 37, n.3, p. 553-570, jul./set., 2013. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/0100-0233/2013/v37n3/a4460.pdf. Acesso em: 24 jan. 2021.

LABEGALINI, C. M. G. et al. The process of coping with the COVID-19 pandemic from the perspective of nursing professionals. Research, Society andDevelopment, [S. l.], v. 10, n. 1, p. e5410111252, 2021. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11252.

LEFEVRE, F.; LEFEVRE, A. M. C. O discurso do sujeito coletivo: um novo enfoque em pesquisa qualitativa. Caxias do Sul: Educs, 2003.

LOPES, G.V.B; COSTA, K.F.L. Impactos e desdobramentos da pandemia da COVID-19 na Atenção Básica: um relato de experiência. Saúde em Redes, Porto Alegre, v. 6, (Supl.2), p. 145-154, 2020. DOI: https://doi.org/10.18310/2446-4813.2020v6n2Supp145-154.

MATOS, R.A. da C. Qualidade de vida e bem-estar no trabalho de Nutricionistas brasileiros antes e durante a pandemia de SARS-CoV-2. 2020. 164 p. Tese (Doutorado em Nutrição Humana) - Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade de Brasília, 2020. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40720. Acesso em: 11 nov. 2021.

MATTOS, P.F., NEVES, A.S. A Importância da Atuação do Nutricionista na Atenção Básica à Saúde. RevPráxi, Volta Redonda, v.1, n.2, p. 11-15, ago. 2009. Disponível em: http://revistas.unifoa.edu.br/index.php/praxis/article/view/869. Acesso em: 10 jan. 2021.

MEDINA, M. et al. Atenção Primária à Saúde em tempos de Covid-19: O que fazer? Cad Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.16, n.8, e00149720, ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00149720.

MINAYO, M. C. S. Técnicas de pesquisa: entrevista como técnica privilegiada de comunicação. In: MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2010. p. 261- 297.

OLIVEIRA, M. A. B. et al. A prática do núcleo de apoio à saúde da família do Recife no enfrentamento à pandemia COVID-19. APS em Revista, Belo Horizonte, v. 2, n.2, p. 142-150, 2020. Disponível em: https://apsemrevista.org/aps/article/view/96. Acesso em: 03 jan. 2022.

OMS. Organização Mundial da Saúde. Coronavirus: overview. Geneva: OMS, 2021. Disponível em: https://www.who.int/health-topics/coronavirus#tab=tab_1. Acesso em: 13 jan. de 2021.

OPAS. Organização Pan-Americana da Saúde. Enfermedad por El Coronavirus‎‎ (COVID-19)Washington: OPAS, 2021. Disponíve https://www.paho.org/es/enfermedad-por-coronavirus-covid-19.Acesso em 21 out. 2021.

SESA. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE (Paraná). Nota Orientativa 02/2021 de 30 de março de 2021. Orientações quanto à atuação das equipes multiprofissionais da Atenção Primária à Saúde (APS) no contexto da pandemia Covid-19. Disponível em: https://www.saude.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2021-03/Nota%20Orientativa%20n%C2%BA02_2021%20Equipes%20multi%20APS.pdf. Acesso em: 22 set. 2021.

RECH, T, A. Atuação do Nutricionista no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): Experiências e Desafios. 2015. 78 p. Trabalho de Conclusão de Residência. Florianópolis, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/169117. Acesso em 18 dez. 2020.

SANTOS, E. F. dos et al. Terapia Nutricional Enteral Domiciliar em tempos de isolamento social devido à pandemia de COVID-19. BRASPEN J, São Paulo, v.35, n. 3, p 199-203, 2020. Disponível em: https://wdcom.s3.sa-east-1.amazonaws.com/hosting/braspen/journal/2020/journal/jul-set-2020/01-COVID.pdf. Acesso em: 12 de nov. de 2021.

SARTI, T. D. et al . Qual o papel da Atenção Primária à Saúde diante da pandemia provocada pela COVID-19? Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 29, n. 2, p. e2020166, 2020. DOI: https://doi.org/10.5123/s1679-49742020000200024.

SILVA, A. F. J; TAVARES, M. N.; SQUARCINI, C. F. R. Atuação nutricional em tempos de COVID-19 em Unidade de Atenção Primária à Saúde: um relato de experiência. Revista de APS,Juiz de Fora, v. 24 n. 2,p. 87-94, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/33373/23555. Acesso em: 04 jan. 2022.

SOEIRO, R. E. et al. Atenção Primária à Saúde e a pandemia de COVID-19: reflexão para a prática. Inter American Journal of Medicine and Health, Campinas, v. 3, p. e202003010, 2020. Disponível em: https://www.iajmh.com/iajmh/article/view/83. Acesso em: 4 jan. 2022.

TEIXEIRA, C.F. de S. et al. A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Ciência&SaúdeColetiva, Rio de Janeiro, v. 25, n.9, p. 3465-3474, set. 2020. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2020.v25n9/3465-3474/. Acesso em: 03 jan. 2022.

TONG, A.; SAINSBURY, P.; CRAIG, J. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32-item checklist for interviews and focus groups. International Journal for Quality in Health Care, Oxford, v. 19, n. 6, p.349-357, dez. 2007. DOI: https://doi.org/10.1093/intqhc/mzm042. Disponível em: Acesso em: 22 jan. 2021.

Downloads

Publicado

2022-09-20

Como Citar

Cristina dos Santos, M., Hiittener, A. S. ., & Thieme, R. D. . (2022). Percepção de nutricionistas acerca da atuação no núcleo ampliado de saúde da família e atenção básica durante o primeiro ano de pandemia da COVID-19. Revista Pesquisa Qualitativa, 10(24), 253–275. https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.24.535