Projeto MARGov na perspectiva de seus stakeholders: avaliação da co-construção de um modelo de governança colaborativa para a gestão de área protegida de preservação permanente na área metropolitana de Lisboa (Portugal)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2021.v.9.n.21.456

Resumo

A percepção de valor pelos participantes em iniciativas colaborativas é importante para seus desdobramentos e sucesso. Buscando conhecer a avaliação dos stakeholders quanto ao Projeto MARGov, o presente artigo aplicou análise de conteúdo ao texto de 17 entrevistas. A partir do cruzamento de categorias temáticas com categorias avaliativas inspiradas na Análise SWOT, foi possível conhecer a avaliação dos participantes quanto aos principais aspectos do Projeto (forças e fraquezas) e aspectos de contexto (oportunidades e ameaças). As análises revelaram que, apesar de prevalecerem avaliações negativas nos textos, os elementos do contexto foram os que mais se destacaram nas críticas dos entrevistados, ao tempo que as avaliações positivas pautaram as características do Projeto. A manutenção do engajamento dos participantes nas ações de continuidade do MARGov confirma o sucesso da iniciativa de co-construção de um modelo de governança colaborativa para áreas de proteção ambiental permanente inédito em Portugal.

Palavras-chave: Participação social; sustentabilidade; avaliação por stakeholders; MARGov; SWOT.

Biografia do Autor

Carolina Lopes Araújo, Universidade de Brasília (Brasil) e MARE Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (Portugal)

Doutora em Desenvolvimento Sustentável, Universidade de Brasília (UnB). Faculdade UnB Planaltina da Universidade de Brasília (FUP-UnB), Brasília, DF, Brasil e MARE Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. Campus de Caparica, Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Portugal. carolinaaraujo@unb.br.

Janaína Siqueira Silva, Faculdade UnB Planaltina da Universidade de Brasília (FUP-UnB)

Graduanda em Gestão Ambiental, Faculdade UnB Planaltina da Universidade de Brasília (FUP-UnB). Brasília, DF, Brasil. siqueira.janaina6@gmail.com.

Lia Teles Vasconcelos, MARE – Marine and Environmental Sciences Centre, NOVA School of Science and Technology, NOVA University Lisbon

Doutora em Engenharia do Ambiente, Universidade Nova de Lisboa (UNL). MARE Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. Campus de Caparica, Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Portugal. ltv@fct.unl.pt.

Eliane Almeida do Carmo, Universidade de Brasília (UnB). Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ – Brasília)

Doutoranda em Administração, Universidade de Brasília (UnB). Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ – Brasília), Brasília, DF, Brasil. eliane.adm@gmail.com.

Matheus Batista da Silva, Faculdade UnB Planaltina da Universidade de Brasília (FUP-UnB)

Graduando em Gestão Ambiental, Faculdade UnB Planaltina da Universidade de Brasília (FUP-UnB), Brasília, DF, Brasil. mathewsb.silva@gmail.com.

Downloads

Publicado

2021-08-31

Edição

Seção

Projetos de pesquisa social e em educação: reflexão sobre caminhos metodológicos