O processo saúde-doença na perspectiva cultural: apontamentos para a pandemia SARS-CoV2/COVID-19

Autores

  • Reinaldo Antonio Silva Sobrinho Unioeste
  • Antonio Ruffino-Netto Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.23.451

Resumo

O estudo promove discussões acerca do processo saúde-doença, sob a ótica da cultura com enfoque na pandemia da COVID-19.  Trata-se de um estudo teórico reflexivo, a partir da interpretação crítica da literatura, selecionada pela revisão narrativa. Os fatores constituintes do processo saúde-doença, demonstram que a Pandemia da COVID-19 possui múltiplas facetas, as quais envolve cenários ambientais, socioeducacionais, genéticos, ideológicos, políticos, econômicos e culturais. Compreende-se que os determinantes sociais do processo saúde-doença, sofre influência dos elementos culturais, que se materializam na sociedade e, para serem legitimados obrigatoriamente passam pelas crenças e valores dos indivíduos, como por exemplo as medidas de higiene, o distanciamento interpessoal, o uso de máscaras e a vacinação. Os fatores culturais exercem força sobre os determinantes do processo saúde-doença, de modo que a compreensão sobre a causa das doenças e os modos de cuidado, carecem de uma abordagem multidisciplinar e multiprofissional, como manifestada por ocasião da Pandemia da COVID-19.

Palavras-chave: Processo Saúde-Doença; Cultura; Cuidado Culturalmente Competente; Infecções por Coronavirus.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALMEIDA-FILHO, N. For a general theory of health: Preliminary epistemological and anthropologial notes. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 17, n. 4, p. 753-99, aug. 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2001000400002

ANDERSEN, K. G.; RAMBAUT, A.; LIPKIN, W. I.; HOLMES, E. C. et al. The proximal origin o SARS-CoV-2. Nature Medicine, New York, v. 26, p. 450-452, mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1038/s41591-020-0820-9

BERGUER, P.; LUCKMANN, T. A. A construção social da realidade. 13th ed. Petrópolis: Vozes, 1976.

BOYD, K.M. Disease, illness, sickness, health, healing and wholeness: exploring some elusive concepts. Medical Humanities, Kennebunkport, [S.I], v. 26, n. 1, p. 9-17, jun. 2000. DOI: https://doi.org/10.1136/mh.26.1.9

BUSS, P. M.; PELLEGRINI-FILHO, A. A Saúde e seus Determinantes Sociais. Physis, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, 77-93, ago. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312007000100006

DUARTE, L. F. D. O império dos sentidos: sensibilidade, sensualidade e sexualidade na cultura ocidental moderna. In: HEILBORN, M. L. Sexualidade: o olhar das ciências sociais. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999, p. 21-30.

ELIAS, C. S. R.; SILVA, L. A.; MARTINS, M. T. S. L.; RAMOS, N. A. P. R. et al. Quando chega o fim? Uma revisão narrativa sobre terminalidade do período escolar para alunos deficientes mentais. SMAD: Revista Electrónica em Salud Mental, Alcohol y Drogas, [S.I.], v. 8, n. 1, p. 48-53, abr. 2012. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v8i1p48-53

GEERTZ, C. O impacto do conceito de cultura sobre o conceito de Homem. In: GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989. p. 45-66.

GUALDA, D. M. R.; BERGAMASCO, R. B. Processo saúde-doença: evolução de um conceito. In: GUALDA D. M. R; BERGAMASCO, R. B. Enfermagem, cultura e o processo saúde-doença. São Paulo: Ícone, 2004. p. 25-37.

HEGENBERG, L. Doença: um estudo filosófico. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 1998. DOI: https://doi.org/10.7476/9788575412589

HELMAN, C. G. Cultura, saúde e doença. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

KLEINMAN, A. Rethinking psychiatry from cultural category to personal experience. New York: The Free Press, 1988.

LARAIA, R. B. Cultura: um conceito antropológico. 21. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

LAURELL, A. Investigación en sociología médica. Salud problema UAM, Cidade do México, X n.1, 1978.

LEININGER, M. M. Transcultural nursing: concepts, theories, and practices. New York: John Wiley, 1978.

LOURENÇO DB, OLIVEIRA FCS. Mercados de Animais: Quando os não-humanos tornam-se ameaças globais. Journal of Institutional Studies, [S.I.], v. 6, n. 3, p. 953-974, set./dez. 2020 DOI: https://doi.org/10.21783/rei.v6i3.571

MANDERSON, L.; LEVINE, S. Covid-19, Risk, Fear, and Fall- out. Medical Anthropology, New York, v. 39, n. 5, p. 367-70, 2020. DOI: https://doi.org/10.1080/01459740.2020.1746301

MCKEOWN, T. The Role of Medicine. Oxford: Basil Blackwell, 1979.

MENDES, E.V. As redes de atenção à saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2011.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. 9. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

MINAYO, M. C. S. Saúde-doença: Uma concepção popular da Etiologia. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 4, n. 4, p. 363-81, dez. 1988. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X1988000400003

NORDENFELT, L. Action, ability and health. Essays in the philosophy of action and welfare. Dordrecht: Kluwer, 2000. DOI: https://doi.org/10.1007/978-94-015-9361-8

PATEL, J. A.; NILSEN, F.; BADIANI, A. A.; ASSI, S. et al. Poverty, inequality and COVID-19: the forgotten vulnerable. Public Health, London, v. 183, p. 110-11, jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.puhe.2020.05.006

RAFFAETÀ, R. From Italy: anthropological reflections on coronavírus COVID-19. Sonar Global, 7 Fev. 2020. Disponível em: https://www.sonar-global.eu/keyreadings/from-italy-anthropological-reflections-on-coronavirus-covid-19/. Acesso em: 06 jun. 2021.

RUFFINO-NETTO, A.; PEREIRA, J. C. Mortalidade por tuberculose e condições de vida: o caso Rio de Janeiro. Saúde em Debate, Londrina, v.12, p. 27-35, jan/mar. 1981.

RUFFINO-NETTO, A. Determinantes sociais: restrições na interpretação do processo saúde-doença. 2019 Rede TB. Disponível em: https://redetb.org.br/determinantes-sociais-restricoes-na-interpretacao-do-processo-saude-doenca. Acesso em: 06 jun. 2021.

RUFFINO-NETTO, A. Curso PG RMS 5737 Metodologia Epidemiológica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP, 1988.

SACKS, O. Um Antropólogo em Marte. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

SALO J. China suspends wildlife animal trade over coronavirus outbreak. New York Post. Jan, 26, 2020. Disponível em: https://nypost.com/2020/01/26/china-suspends-wildlife-animal-trade-over-coronavirus-outbreak/. Acesso em: 10 mar. 2021.

SCHAURICH, D.; COELHO, D.F.; MOTTA, M. G. C. A. Cronicidade no Processo Saúde-Doença: repensando a epidemia da AIDS após os anti-retrovirais. Revista Enfermagem UERJ, Rio de Janeiro, v. 14, n. 3 p. 455-62, jul/set. 2006.

SCLIAR, M. História do conceito de saúde. Physis, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 29-41, ago. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312007000100003

SILVA-SOBRINHO, R. A.; ZILLY A.; SILVA, R. M. M.; ARCOVERDE, M. A. M. et al. Coping with COVID-19 in an international border region: health and economy. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 29, p. 1-11, jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/1518-8345.4659.3398

VIANNA, L. A. C. Processo saúde-doença. Ministério da Saúde. 2012 UnaSus. Especialização em Saúde da Família. Disponível em: https://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/2/unidades_conteudos/unidade01/unidade01.pdf. Acesso em: 06 jun. 2020.

VOSGERAU, D. S. A. R.; Romanowski, J. P. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista de Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, jan/abr. 2014. DOI: https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.14.041.DS08

WIKMAN, A.; MARKLUND, S.; ALEXANDERSON, K. Illness, disease, and sickness absence: an empirical test of differences between concepts of ill health. Journal of Epidemiology and Community Health, London, v. 59, p. 450-54, may. 2005. DOI: https://doi.org/10.1136/jech.2004.025346

ZHOU, P.; YANG, X. L.; WANG, X. G.; HU, B. et al. A pneumonia outbreak associated with a new coronavirus of probable bat origin. Nature, London, v. 579, p. 270-73, feb. 2020.

Downloads

Publicado

2022-05-30

Como Citar

Silva Sobrinho, R. A., & Ruffino-Netto, A. (2022). O processo saúde-doença na perspectiva cultural: apontamentos para a pandemia SARS-CoV2/COVID-19. Revista Pesquisa Qualitativa, 10(23), 115–135. https://doi.org/10.33361/RPQ.2022.v.10.n.23.451

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.