Hegel e a comunidade matemática: uma história pela esquerda

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33361/RPQ.2020.v.8.n.18.334

Resumo

Resumo: A parir de uma demonstração do teorema fundamental do cálculo, acessível ao ensino médio, aplicamos a Ciência da Lógica de Hegel ao teorema de Barrow. O artigo também pode ser considerado como introdução à filosofia especulativa, adequada a educadores matemáticos. Focalizamos a subseção Barrier and Ought (Barreira e Dever), onde Hegel altera o aforismo kantiano podes porque deves e obtém um preceito para ação dirigido a abalar posições políticas conservadoras. Valemo-nos do Dever em Hegel para criticar o conservadorismo da comunidade de matemática do século vinte (M20) e suas consequências para a educação matemática. A partir do desenvolvimento do artigo, inferimos o conceito de matemática especulativa como agenda política para a educação matemática.

Palavras-chave: Teorema fundamental do cálculo; Teorema de Barrow; Lógica de Hegel; Filosofia especulativa; Comunidade matemática.

Downloads

Publicado

2020-10-07